Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/08/19 às 18h51 - Atualizado em 21/08/19 às 19h10

Destaque para cooperações nacionais e internacionais no primeiro dia do Confap em São Paulo

O primeiro dia de atividades do Fórum do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), que acontece de 21 a 23 de agosto, em São Paulo, foi marcado pela participação de representantes de diversos atores e parceiros nacionais e internacionais do ecossistema brasileiro de pesquisa e inovação, além dos presidentes das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) do Brasil.

“A cooperação internacional avançou muito no âmbito do Confap e eu fico muito feliz com isso. Crescemos tanto que devemos pensar em como aproveitar melhor essas oportunidades, pois somos uma fortaleza juntos”, afirmou o presidente do Confap, Evaldo Ferreira Vilela.

Em painel moderado pelo vice-presidente do Confap e presidente da Fapeal, Fábio Guedes gomes, representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) apresentaram as diversas ações, editais e chamadas promovidas em cooperação nacional.

Já o painel de cooperações internacionais foi moderado pela diretora do Departamento de infraestrutura de Pesquisa e Políticas de formação e Educação em Ciência, Maria Zaira Turchi. Nele, representantes do Fundo Newnton, do British Council, da Fundação Bill & Melinda Gates, do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, do Centro Alemão de Ciência e Inovação em São Paulo, do Centro para Desarrollo Tecnológico Industrial no Brasil, da União Europeia e da Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa destacaram opções de ações em acordos, projetos e editais de Cooperação Internacional.

“As parcerias internacionais  apresentadas vão fortalecer ainda mais a capacidade dos pesquisadores do Distrito Federal produzirem pesquisas de excelência, que possam  transformar o modelo de desenvolvimento econômico do DF”, destacou o presidente da FAPDF, Alexandre Santos.

O gestor ressaltou, ainda, a fala do ministro conselheiro da União Europeia no Brasil, Alejandro Zurita, que apresentou o plano de fomento aos ecossistemas de inovação da Europa que receberá 10 bilhões de euros nos próximos cinco anos. O conselheiro também destacou a informação de que cada euro investido em pesquisa e inovação trará 11 euros de aumento no PIB dos países europeus.

O último painel do dia foi sobre “Estratégia para o avanço do conhecimento científico”, com a participação do diretor do Departamento de Promoção Tecnológica do Ministério das Relações Exteriores, Achilles Emílio Zaluar Neto; da assessora para Colaborações em Pesquisa da Fapesp, Marilda Solon Teixeira Bottesi,  e do presidente do Confap, Evaldo Ferreira Vilela.

Achilles Zaluar destacou a importância de elevar o ecossistema brasileiro de inovação ao nível de referência internacional e de reverter os investimentos em ciência, tecnologia e inovação em desenvolvimento econômico. “Nós formamos bons cientistas e empreendedores, mas quando as startups conheçam a dar certo, elas vão embora para gerar riquezas fora do país. Temos que fazer pessoas de todo o mundo para investir aqui também, pois não há injeção de capital mais poderosa do que a de capital humano”, defendeu o diretor do Departamento de Promoção Tecnológica do Itamaraty.
Êxito paulista – Marilda Solon Teixeira Bottesi apresentou a experiência exitosa da Fundação de Apoio à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) em colaborações em pesquisa no estado. “Buscamos o protagonismo dos nossos pesquisadores e criar oportunidades para o desenvolvimento tecnológico das empresas por meio de parcerias. Para isso temos cofinanciamento de pesquisas, atuação proativa de busca por parcerias estratégicas, além de buscarmos atrair jovens pesquisadores estrangeiros e temos nós esforçado para estabelecer colaboradores com a Ásia, casa vez mais relevante para a ciência Mundial”, revelou a assessora de Colaborações em Pesquisa da FAPESP.
As discussões e plenárias do Fórum continuam nesta quinta (22/8), quando as atividades acontecem na sede da Fapesp.

Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

FAPDF

Granja do Torto Lote 04, Parque Tecnológico Biotic Cep: 70.636-000