Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/05/19 às 16h43 - Atualizado em 24/05/19 às 16h13

Confira o resultado de sete pesquisas que mapearam importantes trechos da história de Brasília

 

Alexandre Santos destaca importância estratégica da memória e da identidade cultural de Brasília para o país

 

No dia 16 de maio, aconteceu, no auditório do SebraeLab do Parque Tecnológico de Brasília, a primeira rodada de apresentações dos resultados das pesquisas fomentadas no âmbito do Edital nº 08/2016. Os seis projetos apresentados foram voltados para pesquisa histórico-documental sobre memória, identidade cultural e patrimônio material e imaterial de Brasília.

 

“O momento atual exige de todos nós inteligência e sofisticação cada vez maiores para justificarmos relevância dos investimentos que fazemos nas iniciativas de ciência, tecnologia e inovação e nós temos buscado demonstrar, de todas as maneiras, mostrar para a sociedade a relevância do que fazemos que é fomentar, de maneira inteligente, todas as iniciativas que agreguem valor ao DF. Nesse edital os pesquisadores trabalharam a questão da memória e da identidade cultural, temas que têm relevância estratégica para o país que carece de memória e, talvez, porque, em parte, não tenhamos valorizados ações como esta. É por aí que eu acredito que vamos conseguir ressignificar a relevância das nossas ações”, declarou o presidente da FAPDF, Alexandre Santos.

 

Legado do homem e da cidade – Andrey do Amaral dos Santos apresentou a pesquisa realizada por meio da vida de Apparecido dos Santos, um empreendedor desconhecido que trouxe desenvolvimento econômico, cultural e educacional para Brasília, principalmente para a cidade do Gama, e seu entorno.

 

Apparecido faleceu em 2013 e deixou em seu legado a criação de mais mil postos de trabalho na região do Gama. Era cirurgião-dentista, professor e empresário do ramo da educação e ajudou, voluntariamente e com recursos próprios, a construir o hospital do Gama. Foi também o fundador das Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central (Faciplac).

 

A pesquisa sobre as realizações do empreendedor e os reflexos no DF resultou em um livro, intitulado “O Legado do Homem e da Cidade” que foi levado à Feira Internacional do Livro de Frankfurt 2017, à Feira Internacional do Livro de Buenos Aires 2018 e à Feira Internacional do Livro de Bogotá (FIBO 2018). A obra também foi exposta em outros eventos, como Semana Nacional de Arquivos, Primavera dos Museus, Semana Nacional de Museus, além de ter sido finalista nos Prêmios Jabuti 2018 e IPL 2018.

 

Contato do coordenador: andrey@andreydoamaral.com

 

Projeto do Plano Piloto – A pesquisadora Claudia da Conceição Garcia mostrou os resultados do projeto “A memória do projeto do plano piloto de Brasília: sobre educação patrimonial nas primeiras fases do ensino fundamental”. A pesquisa abordou questões sobre o que representa para a sociedade a preservação do significado histórico, artístico e cultural implícito na proposta original de Lúcio Costa. Com o projeto, Claudia também buscou fomentar uma articulação entre a Universidade de Brasília (UnB), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e a Secretaria de Educação do DF (SEEDF) a partir de programas de colaboração técnica e convênios.

 

A pesquisa propôs a elaboração de material pedagógico sobre educação patrimonial para uma abordagem de maneira eficiente, lúdica e esclarecedora sobre o tema com o objetivo de sensibilizar os cidadãos nas primeiras etapas de sua formação sobre a consciência de cidadania, implícita ao significado da cidade como Patrimônio da Humanidade.

 

Para atingir os objetivos do projeto, a pesquisadora realizou reuniões com IPHAN, firmou parceria com a SEEDF e fez levantamento da proposta da Base Nacional Comum Curricular para alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Também foram firmadas parcerias com a Escola Parque da Natureza de Brazlândia (EPNB), com a Caixa Patrimonial e com a Brand Brasília Patrimonial.

 

Todas as ações realizadas ao longo do projeto resultaram na elaboração do Jogo Perfil, que promove o conhecimento sobre os monumentos, lugares, personalidades, regiões administrativas e flora da capital federal. O projeto foi apresentado em eventos como Simpósio Científico ICOSMOS Brasil 2018 e o 1º Ciclo de Formação na EPNB que abordou o tema “Brasília, uma cidade educadora: sobre educação patrimonial e o desenho da cidade”.

 

Contato da coordenadora: garcia.unb@gmail.com

 

Memória de Pioneiros – Entrevistar pioneiros que atuaram na área da saúde, educação e zona rural, que se caracterizam pelo protagonismo no complexo processo de criação e consolidação dessas áreas específicas, a partir do início da construção de Brasília, por meio do desenvolvimento de duas linhas de pesquisa: “Saúde e Educação” e “Brasília Rural”. Essa foi a metodologia utilizada por Elias Manoel da Silva para realizar o “Projeto de História Oral – Memória de Pioneiros”.

 

O objetivo do pesquisador foi ampliar os horizontes das informações contidas nos documentos textuais, iconográficos e cartográficos, principalmente os documentos sob custódia do Arquivo Público do Distrito Federal (ArPDF) diante da idade avançada de muitos dos pioneiros e o iminente risco de perda da memória da construção da capital federal.

 

O projeto possibilitou a entrega ao ArPDF de um banco de dados para o arquivo permanente com 92 entrevistas da linha Brasília Rural e 21 entrevistas da linha Brasília Saúde, além de dossiê com registros de todos os entrevistados no âmbito da pesquisa.

 

Contato do coordenador: eliasmanoeldasilva@gmail.com

 

Cerrado – A fauna e flora características do planalto central foram o foco da pesquisa desenvolvida por Erika Barretto Fernandes Cruvinel. O projeto “Mãos que pintam, mãos que tecem: o cerrado na obra de Mário Salluz e Juão de Fibra” registrou o patrimônio natural e cultural contido nas obras de Mário Salluz e Juão de Fibra tendo como foco a relação com o cerrado.

 

Para realizar o estudo, foi feita pesquisa documental e registro fotográfico, entrevistas semiestruturadas com os artistas para registro das histórias de vida, trajetórias artísticas, processo criativo, técnicas e materiais utilizados, além de visitas de campo para coleta de material botânico.

 

A pesquisa gerou a publicação de quatro artigos publicados em periódicos científicos e o lançamento do livro “Cerrado em cores e tramas na obra de Mário Salluz e Juão de Fibra”, com tiragem de mil exemplares.

 

Contato coordenadora: erika.cruvinel@ifb.edu.br

 

Escolas-parque de Brasília – No projeto “Origens das Escolas-Parque de Brasília: um estudo comparado entre o Playground Movement, os Parques Infantis de São Paulo e as Escolas-Parque de Brasília”, Ingrid Dittrich Wiggers desenvolveu uma análise comparativa entre o Playground Movement, os Parques Infantis de São Paulo e as Escolas-Parque de Brasília, por intermédio da abordagem metodológica dos entrelaçamentos e trocas culturais.

 

O objetivo do estudo foi caracterizar estas instituições considerando pressupostos filosóficos, contextos, políticas e práticas sociais, bem como analisar formas de socialização infantil e de educação do corpo. A ideia foi identificar e compreender processos de troca cultural e educacional entre Estados Unidos e Brasil, na primeira metade do século XX, enfocando a comparação entre o Playground Movement, os Parques Infantis de São Paulo e as Escolas-Parque de Brasília.

 

O trabalho resultou na publicação do livro “Memórias da Escola-Parque de Brasília” e da publicação de um dos capítulos da obra no livro “Anísio Teixeira e seu legado à educação do Distrito Federal: história e memória”, publicado pela Editora da UnB, em 2018.

 

Foram publicados, ainda, quatro artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais, além da divulgação dos resultados da pesquisa em cinco eventos científicos internacionais e dois nacionais, incluindo publicação dos trabalhos em anais.

 

Contato da coordenadora: ingridwiggers@gmail.com

 

Educação em altas habilidades – A pesquisadora Kelly Fabíola Viana dos Santos estudou a “Construção e Difusão da Memória e identidade cultural dos Estudantes de Altas Habilidades/Superdotação do Distrito Federal”. O intuito foi fazer o levantamento do conhecimento científico gerado e das experiências produzidas ao longo dos 40 anos de atividade do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades do DF (NAAH/S-DF).

O projeto propôs a temática da história dos estudantes do NAAH/S-DF, a preservação de sua memória e a constituição de sua identidade cultural, por meio da compilação de dados, elaboração de arquivos e dossiê memorialista, bem como da produção científica e acadêmica de material bibliográfico para posteriores estudos e pesquisas nesta área.

 

A pesquisa resultou na publicação do livro “Memórias e Perspectivas – 40 anos do AEE AH/SD-DF”, que reúne ensaios e relatos de experiências sobre o atendimento educacional especializado em altas habilidades do DF. A obra foi exposta na Bienal do Livro de Brasília.

 

Contato da coordenadora: kelly-mail@hotmail.com

 

DF em cena – Ana Lúcia de Abreu Gomes desenvolveu o projeto “Inventários de Cenas: mapeamento de fontes sobre o teatro – DF” para  inventariar, registrar, sistematizar e divulgar informações sobre o teatro em Brasília identificadas nas reportagens do Jornal de Brasília no período de 1983 a 2000.

 

No recorte temporal de 18 anos, os objetivos específicos foram: encontrar informação nova sobre o tema; promover análise sobre o mapa cultural do Distrito Federal no que se refere à cena teatral; identificar grupos e produções locais; observar as condições ofertadas no Distrito Federal ao exercício do teatro; contribuir com o dever de dar acesso e informação à sociedade; contribuir para o adensamento do conhecimento da área cênica no DF; otimizar o tempo e os processos daqueles que pesquisam e buscam informações e fortalecer a qualidade das possíveis produções locais dentro do cenário brasileiro.

 

Foram edições de 27 anos de jornais folheados, mais de oito mil tabelas localizadas e 27.641 registros localizados, resumidos e sistematizados. O material levantado foi compilado na obra “Inventários de Cenas: mapeamento de fontes sobre o Teatro-DF”, distribuída para acervos públicos do DF e do Brasil e disponibilizada gratuitamente na internet e os dados estão disponíveis na base www.necoim.com.br .

 

Contato da coordenadora: anaabreu.68@gmail.com

Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

FAPDF

Granja do Torto Lote 04, Parque Tecnológico Biotic Cep: 70.636-000